segunda-feira, 27 de junho de 2011

Soneto de Ialmar Pio - Imagem: gato preto na Internet

gato preto


SONETO INSTANTÂNEO


________________________


Ialmar Pio Schneider


________________________






Da sacada onde estou eu vejo um gato preto


saltar o muro e vir correndo para os boxes


dos carros imóveis. Vou fazer o soneto,


porém as rimas já se tornam indóceis...






De compô-lo a contento eu não me comprometo


(raposas em inglês são chamadas de “foxes”),


e nada tem a ver com este gato preto...


Atrozes em latim a gente diz “atroces”.






Eis formados os dois quartetos desnonexos,


não falam das paixões e tampouco dos sexos;


antecedem, no entanto, os pendentes tercetos






que pretendo concluir falando deste gato


vivendo por aí, de casa e não do mato,


e assim encerro um dos meus inglórios sonetos.






PÁG. 22 - O TIMONEIRO - CANOAS, 23.12.83


_______________________________________________________________________

http://ial123.blog.terra.com.br/

EM 07.08.2009

Um comentário:

  1. Um soneto bastante diferente e exótico. Valeu ter lido! Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir