sábado, 31 de março de 2012

POEMA PUBLICADO NO ALMANAQUE GAÚCHO DA ZERO HORA EM 31.3.2012 - pg. 50 - Imagem: Aquarela de Angela Ponsi



DEVANEIO






No passado tive um sonho

E nele ainda hoje creio,

Pois apesar de bisonho,

Transformou-se em devaneio...




Aguardava quem chegasse

 E me trouxesse calor;

Agora o sonho renasce

Num devaneio de amor !...




Por que me dizes agora

 Que fui tudo em tua vida,

Se jogaste mundo afora

O devaneio, querida ?!...



***
Publicado no Almanaque Gaúcho do jornal Zero Hora de Porto Alegre - RS em 31.12.2012 - pg. 50




Ialmar Pio Schneider

segunda-feira, 26 de março de 2012

ANIVERSÁRIO DE PORTO ALEGRE - RS - 240 anos - Imagem da Internet

Pôr-do-sol no Guaíba

--------------------------------------------------------------------------------



CRÔNICA de IALMAR PIO - IMAGEM da INTERNET



Pôr do sol no Guaíba







PORTO ALEGRE







IALMAR PIO SCHNEIDER



Pelo transcurso dos 240 anos do aniversário da Capital Gaúcha, ocorre-me escrever algo sobre o evento de 26 de março de 1772. Mas por não me aprofundar no assunto, inicialmente, quero dizer que Porto Alegre não se descreve, se vive. Foram tantos os historiadores, poetas, literatos, enfim, que perscrutaram sobre sua história, que desnecessário se faz repetir aqui. Todavia, como disse o poeta, Casimiro de Abreu, em seus inspirados versos de Minha Terra: “Todos cantam sua terra,/ Também vou cantar a minha,/ Nas débeis cordas da lira/ Hei de fazê-la rainha;/ - Hei de dar-lhe a realeza/ Nesse trono de beleza/ Em que a mão da natureza/ Esmerou-se em quanto tinha.”.(...)



Diga-se, de passagem, que a cidade fundada às margens do lago ou rio Guaíba (ainda está em discussão a correta denominação), sobressai como uma das mais lindas do Universo, e o seu pôr do sol, dizem é o mais fantástico do Mundo.





Poeta e cronista.





Publicado no Diário Gaúcho de Porto Alegre, RS,

pág. 27, sábado e domingo - em 26.03.2011



Escrito por IALMAR PIO às 15h58

[ (2) Vários Comentários] [ envie esta mensagem
 
 

quinta-feira, 22 de março de 2012

Soneto em homenagem ao Dia Mundial da Poesia - 21 de março - Aquarela Themis de Ângela Ponsi

Aquarela Themis de Ângela Ponsi



SONETO À POESIA - em 1º/06/2010 - Porto Alegre - RS







Como eu te amo, Poesia, em todos os momentos


desta minha existência atribulada ou calma,


e te sinto chegar quando sopram os ventos


da inspiração feliz, envolvendo-me a alma...






Vens no calor do Sol ou no clarão da Lua,


e te abraço sorrindo e às vezes soluçando,


tendo a impressão febril de estreitar toda nua


a mulher desejada em que vivo pensando...






E sonho que aconteça a nossa união, um dia,


para concretizar o verdadeiro idílio,


só na imaginação, vivendo em fantasia...






Quero ter a certeza em ter você comigo,


nos instantes cruciais, cheia de encanto e brilho,


deixando de viver a aflição do castigo...






IALMAR PIO SCHNEIDER
 
***
Vote em meu soneto. Clique em
 
http://www.sonetos.com.br/sonetos.php?n=15555
 
 
 
 

segunda-feira, 12 de março de 2012

Soneto de Ialmar Pio - Vídeo na Internet

video


Soneto hendecassílabo - em 18.9.2011 - P. Alegre - RS - . -







Ouvindo música clássica medito


nas emoções de toda minha existência,


que fui levando como quem cumpre um rito


de passagem, cultivando a paciência...






Se às vezes me senti triste, quase aflito,


tive dentro de mim a voz da consciência


me orientando para seguir expedito,


sempre preservando a boa convivência.






Agora que já vou longe na jornada,


tenho lembranças que não se apagam mais,


que, por certo, não foram feitas do nada...






Tiveram sua origem nos meus amores,


que não foram muitos, mas sentimentais,


próprios de corações simples sonhadores...






IALMAR PIO SCHNEIDER














VOTE EM MEU SONETO. ME DÊ ESTA FORÇA. AGRADEÇO-LHE.


CLIQUE EM



http://www.sonetos.com.br/sonetos.php?n=20359

quinta-feira, 8 de março de 2012

Dia Internacional da Mulher - 8 de março - Soneto de Ialmar Pio - Tela de Glaucia Scherer



SONETO DO AMOR SINCERO







Ialmar Pio Schneider






Não esperes do amor outra ventura


do que aquela que te fará ditosa,


mas aproveita tua formosura


antes que murches como murcha a rosa.






Também não vivas simples aventura,


pois a existência é rápida e enganosa;


o tempo que perderes não tem cura,


nem mesmo vale a pena ser vaidosa.






Ama quem te ama com sinceridade


e nunca te arrependerás, então;


porque só podes ter felicidade






junto de alguém que te deseja e quer,


por quem sentes bater teu coração


nos sonhos que te fazem ser mulher.






Canoas, 14 de março de 1985 - RADAR - Variedades - pág. 9

_______________________________________________________________________

http://ialmar.pio.schneider.zip.net/

EM 8.12.09

http://ialmar.blog.terra.com.br/

em 26.6.2011

http://ialmarpioschneider.blogspot.com/

em 4.7.2011

quarta-feira, 7 de março de 2012

Soneto de Ialmar Pio - Imagem: Musa na Internet

07/03/2012


--------------------------------------------------------------------------------

11/03/2011

--------------------------------------------------------------------------------


SONETO de IALMAR PIO - IMAGEM da INTERNET - MUSA







POEMA DE AMOR EM FORMA DE SONETO



Ialmar Pio Schneider




Quero inventar palavras que nunca disse a outra mulher,

para falar do amor que despontou, enfim,
 em nossa vida num momento qualquer
 e veio transformar nossos destinos assim...






Quero inventar palavras que te agradem e sintas por mim


tudo o que teu desejo de sensação romântica puder,


enquanto eternamente tua paixão me quiser...


E que nosso bem-querer continue até o fim...






Quero inventar palavras de esperança e ternura


que nos permitam uma convivência tranquila


embora sabendo que nem tudo são apenas flores.






Mas, se mais tarde nos visitar um pouco de amargura



saibamos com discernimento e paciência distingui-la


e saber que também faz parte de todos os amores...






Escrito por IALMAR PIO às 19h17


[ (1) Apenas 1 comentário


[luizaSoaresBenicio de Moraes] [luizaeniciomoraes@yahoo.com.br]


Você faz belos textos poéticos. Parabens!


27/03/2011 15:23




VOTE EM MEU SONETO. CLIQUE EM




http://www.sonetos.com.br/sonetos.php?n=9567




Agradeço-lhe.



quinta-feira, 1 de março de 2012

*Soneto a Ruy Barbosa - Falecimento do escritor em 1º.03.1923 - Imagem na Internet



A RUI BARBOSA - em Getúlio Vargas - RS - Junho de 1959







Rui Barbosa


Literato


Foi de fato


Rei da Prosa.






Escritor


Mui correto


Tão dileto


Prosador.






Assombrou


C´o saber


Tão profundo...






Pois honrou


Seu dever


Neste mundo.






IALMAR PIO SCHNEIDER
 
***
 
VOTE NO SONETO. AGRADEÇO-LHE. CLIQUE EM
 
 
http://www.sonetos.com.br/sonetos.php?n=16230